segunda-feira, novembro 10, 2008

swing, strike e square


Como às vezes é preciso fazer um esforço para sairmos de nós próprios no sábado fui jogar bowling pela primeira vez. Eu tenho um problema com as primeiras vezes, normalmente dão buraco. Se eu acho que não tenho jeito nem me ponho a jeito. A verdade é que às vezes é mentira e até nos safamos bem de sapato raso calçado por várias centenas de pessoas, porque o queremos mesmo é aquela expressão vinda de fora you wouldn't like to be in my shoes, mas quem não queria estar nos meus sapatos era mesmo eu e o bowling foi mesmo isso, estar noutra pessoa para esquecer a minha. Não sei fazer swing, é um facto. Não sei. Chamem-me o que quiserem. E entre um número imenso de falhanços, la foi um strike e uns quantos squares. Porque o que não vai à primeira tem que ir à segunda. Quero ir mais vezes. Mas isto do sapatinho é que me mete nojo, por mais que se queira jogar, calçar custa molhes. É como estar noutra pessoa, não é tarefa fácil.

4 comentários:

Nuno T disse...

"Eu tenho um problema com as primeiras vezes, normalmente dão buraco." Por vezes, literalmente!

E amissíssima, não é square, é spare ;)

Maria Manuela disse...

Pois eu nunca me dei a tamanha experiência porque só a ideia de enfiar os meus lindos pés em sapatos que não sei por onde andaram, causam-me arrepios ...

Ca nojo !!!

mimanora disse...

Calçar os sapatos dos outros bah, tallvez com 3 pares de maeia!
Mas sair da nossa pele às vezes é tão bom!
E jogar bowling é bom, bom, bom.
Fazemos algumas figuras diria ridiculas de rabo espetado mas é muito divertido.

bilhas disse...

LOL

Essa coisa do bowling é gira, caragos! Normalmente jogo disso já com uns copos (não sei porque mas acontece sempre que jogo bowling... vai lá saber-se porquê) e costumo mandar os mecos todos abaixo... mas os mecos da pista ao lado!