quinta-feira, março 27, 2008

Concorrente Number Four - Ai que menganei. Levei apenas 10 anos a perceber!

O Marco trebica o sal da tia, e cada um trebica o que quiser.
Fui trebicar o sal da minha tia a marrocos
Fui trebicar o sal da minha tia a marrocos
Fui trebicar o sal da minha tia a marrocos
lailai lailai lailai

Bem, caro Marco. O menino tem blog??? Se tem porque não inseriu? Quer-me explicar??? Faz favor de mencionar o blog de qualquer maneira. Obrigadas!

Filhote, isto é assim... isto é grave! é muito grave! Fui trebicar o sal da minha tia??? Trebicar??? O que é trebicar??? Trebicar o sal? Mas uma tia tem sal? Isso tem algum sentido??? é que gek de banho ainda tem porque tava lá o frasco, agora trebicar o sal? Mas tens mérito. Tens mérito porque não demoraste 10 anos a perceber que andavas a inventar uma música para os magníficos anúncios da tmn. Menos mau! Mas e mesmo assim foi quanto tempo?

É que nem ele consegue explicar, escreve o Marco o seguinte na sua candidatura a este passatimes: Por alguma razão sempre me pareceu ser isto o que o Rei Mago da tmn dizia.Eventualmente lá descobri que afinal era [...] triplicar o saldo da minha tia [...]

Eventualmente... Thank God!!

5 comentários:

bilhas disse...

Ó valha-nos Deus e as alminhas todas juntas... com que então trebicar? Temos novo verbo...

"Que vais fazer logo?"
"ò pá... tenho ali um sal que precisa de ser trebicado... ou lá o que isso é!"

Demais... este é sério candidate!

Aisling disse...

Trebicar... Eheheheheh! Muito bom! ;)

Piston disse...

Os Reis Magos não têm cuidado nenhum com a dicção.

Maria Manuela disse...

O homem foi o quê, carago ???


Oh valha a Santa...

Mak disse...

calunias!! boatos infundados é o que vos digo!!

respondendo às perguntas: trebicar soava-me assim a qualquer coisa como penicar. (vinham-me à cabeça imagens de uma senhora de avançada idade, e de volume considerável, anafadita vá, a meter os seus dedinhos de porco (aquelas mãos gordas, que os dedos mais parecem cotos) numa taça qualquer cheia de sal.enfim...

E depois aquilo soava-me (o ritmo) a cantilena daquelas infantil, e dessas musicas eu cá espero tudo. Que se pensarem bem, é com cada barbaridade que põem os miúdos (pelo menos os da minha idade, na altura) a cantar.. Se não tivessem um cunho altamente politico, eram altamente sádicas, ora pensem lá nisso.

Mas não é desculpa, tenho imaginação a mais, ou juízo a menos.

Em relação ao blog, atendendo ao facto de não nos conhecer-mos, achei que ficava bem não estar a inserir nada logo no primeiro contacto.

...eich...piada fácil...vou ali penicar o resto dos doces da Páscoa e já venho..**