segunda-feira, novembro 19, 2007

Dos Enganos

Há pouco tempo ouvi uma coisa que me perturbou "ainda no outro dia me disse que continua apaixonado pela x" A x não conheço, mas conheço a actual. E é uma querida. Porquê?! Porque se entra numa outra relação sem ter acabado a anterior? Quando digo acabado, digo-o de corpo e alma. Quando já não se deita a pensar na pessoa errada e acorda-se com a certa ao lado, ou ao contrário.

A minha amiga V. namora há 8 anos, não deviam estar juntos. Devia ter acabado há 3 anos atrás. Hoje a V. finge jantares comigo, almoços, saídas. A V. não é feliz porque só se vive uma vez e ela tem duas vidas ao mesmo tempo e em verdade não vive nenhuma delas a 100. Vive momentos de uma e telefonemas de outra.

Pelo que sei nunca estive numa coisa destas. Nem de um lado nem do outro. Nunca levei ninguém ao engano, e se calhar nunca me levaram ao engano, mas isso eu já não sei. Como se sabe? Como se separa o trigo do joio? Mas e quem me diz que não?!

As pessoas fingem uma vida se for preciso, para esconder, para não estarem sós. Uma solidão a dois, como escreve a Poisened. Há tempo para tudo na vida, e também há tempo para se viver enganado, infelizmente.

Todos nós temos medo de cair em desgraça e não há maior trapaça que a paixão.

10 comentários:

Anónimo disse...

É tudo muito mais complexo do que parece. Quem namora há 8 anos com um homem mas está apaixonada há 3 por outro vive, acredita, um verdadeiro pesadelo. Não se trata de estar a "enganar" um dos 2 ou mesmo ambos, trata-se de se estar a enganar a si própria, de viver uma ilusão porque certamente a paixão de há 3 anos está a ser alimentada por alguém que tem conhecimento da situação e da longevidade do namoro... então pk é k ele o permite? Pk continua a ser o outro? Pk certamente quer ter alguém k o atrai fisicamente e com pode "mudar o óleo" qd lhe apetece... e tudo iso sem qq compromisso, sem cobranças e sem porquês...
Morgan

wednesday disse...

O amor é cego e ninguém está livre de provar isso pessoalmente... Que se há de fazer? Mesmo que nós nunca sejamos uns duplos no amor, às vezes é difícil saber se não estamos a sofrer por isso...

Mary disse...

esse (des)engano que é a paixão...*

Nuno T disse...

Isso é algo que eu nunca irei compreender...
Nem eu nem ninguém!

Bjs***

Joana disse...

Conheces a história da rã? Aquela em que deixas a rã dentro da panela com água e depois vais aumentando gradualmente a temperatura e ela deixa-se ficar e morre cozidinha?
É o quotidiano que serve de panela onde a água vai aumentando a temperatura e lá mergulhado estão 2 pessoas. Se vives mal durante 2 ou 3 anos o que acontece é que arranjas os mecanismos de negação, falta de coragem e até momentos em que pensas que tens de ser "a companheira dedicada", porque não podemos desistir de uma relação às primeiras dificuldades... esquecendo que a relação é uma ralação! e que nunca foste 100% feliz!
Esqueces-te que estavas melhor quando estavas sozinha, porque estás mergulhada há demasiado tempo.
E isto é até ao dia em que percebes que estás dentro da panela e não tarda já "morreste cozida"...
E no fundo o mais importante é mesmo isto: ter a coragem, a vontade de ser FELIZ.
Bjs

MiSs Detective disse...

nao entrando na vida v. a v. nao tem um caso ha 3 anos. mas ha 3 anos que a relaçao que tem ha 8 deveria ter acabado. hoje nao é feliz. e isso é q deveria importar.pior que enganar os outros é enganar-se a si pp e nao ha dia q a v. nao o faça.

estou com o nuno t. como é possível?!

Miss K. disse...

nasceste para Detective, minha querida... mais uma vez, de Miss para Miss, percebo perfeitamente o que queres dizer: mais do que aos outros, as "V.'s" só se enganam a si próprias. e não, não são felizes. garanto...

Gde Migazinha disse...

Ah pois é...é mais fácil viver enganado do que enfrentar a realidade...Por isso vós sabeis que existem milhões de cobardes neste mundo como a nossa V. (que bem conhecemos a história). Vivem uma vidinha de merda só porque têm medo de ser elas próprias e arriscar a ser feliz...
Orgulho-me de nós não sermos assim migazinha! E é por isso mesmo que podemos passar mta merda na vida, mtos obstáculos, mas quando estivermos na sociedade da rebelva de andarilho, eu e tu, de uma coisa tenho a certeza: vamos estar felizes!! E com alguma sorte, de vodka laranja na mão (oferecida plo velhote do bar)!
Já alguém dizia...É MESMO ASSIM!!!

LYzinhoooo!!!!

redordead disse...

Eu não sou gaja de cuspir para o ar, mas até agora fui sempre bem comportada. Infelizmente não recebi o mesmo tratamento. E agora pergunto como se perdoa quem nos traiu mesmo que saibamos que foi para não nos magoar?

MiSs Detective disse...

miss K. é mesmo. podemos não ser donas da felicidade, mas pelo menos não vivemos enganadas e por isso me dou ao trabalho da investigação que é uam canseira e dá-me muita volta à cabeça.

gd migazinha, 1st time ate blog :) e mais uns qts aqui :):):)

nao deixo de achar engraçada a nossa ideia de andarmos na sociedade a cravar bebeidas aos velhos, só nós mesmo! também me orgulho de nós! MUITO! e ainda mais da nossa amizade :)

redordead, é coisa para se descobrir sozinha. cada um dá as voltas que pode para não se deixar esmagar pelos erros dos outros.