terça-feira, março 25, 2008

Beirute na Páscoa

Fomos passar a Pascoela a Beirute. Fomos de Ferry, 9,15€ um carrinho mais quatro personagens, entrámos em Beirute pela porta principal. Não é fácil ter casa em Beirute. Há sempre que acartar coisas e coisinhas com o carro a alguns longínquos metros de distância. Beirute está totalmente destruída. Estranhamente, ou talvez não tão estranhamente, não avistámos ninguém quando chegámos, só na manhã seguinte uns 4 ou 5 casais. O apartamento não tinha televisão e eu digo que faz falta. Não preciso de ligá-la, apenas preciso de saber que está ali para reconfortar.
Sonhei com as bombas que iam rebentar de manhã. Senti-me num autêntico cenário de guerra e agora posso dizer as guerras ao longe podem ter o seu encanto quando não se tem televisão.
Na verdade não fomos nada para Beirute, estivemos em Troia e meus queridos aquilo tá uma garnde merda!!!

9 comentários:

Matryoshka disse...

Podia ter sido pior: Podias ter ido a um restaurante e ter pago 63€ pelas entradas!

Miss K. disse...

lllllloooolllll

Dry-Martini disse...

Desde que levaram a Helena ouvi dizer que perdeu todo o encanto de facto .)

XinXin

wednesday disse...

A última vez que fui foi no Verão passado e já começava esse cenário de guerra, imagino agora!

Maria Manuela disse...

LLLLOOOLLL Oh que caraças e eu já a pensar mas o que terá dado nesta miúda ??? Beirute, carago ???

Afinal..... Troia com certeza...

bjo

Joana disse...

... se calhar deve ser mais tipo Faixa de Gaza...!
lol!

Joana disse...

... se calhar deve ser mais tipo Faixa de Gaza...!
lol!

PrimaNocte disse...

Lindo!

Juani disse...

Já me estavas a assustar... E eu a pensar que tinhas mesmo ido para Beirute (sou tão croma).
Minha rica Tróia... e eu que gostava tanto de lá estar no Verão perto da bola da Nivea, longe de tudo e todos, avistando a Arrábida e os golfinhos a nadarem ali pertinho.
Mas estão lá umas gruas e máquinas a trabalhar duma certa empresa que me paga um certo ordenado por mês e tenho que estar "sugadita" com as críticas...