terça-feira, janeiro 22, 2008

Felicidade


Ontem descobri aqui na minha terra mais um café com zona para fumadores. A minha cidade tem lá os seus problemas, mas no que toca aos fumadores... sim senhores! Estou muito orgulhosa!!


Ainda não escrevi sobre esta lei que apelido de fofinha, uma vez que não gosto de temas polémicos. No entanto, isto já me anda a enervar!! Como todos nós sabemos sou uma fumadora, vai lá vai e por isso não irei cafezar ou jantar num sítio onde não possa fumar. E portantos que a modos que acho esta lei um bocado toina. Acho rídiculo que tenha que andar não sei quantos kms à procura de um café. De resto acho muito bem que os não fumadores não levem com o nosso fumo.


Assim para aqueles não fumadores que acham muito bem que os cafés sejam todos não fumadores eu achava na mesma medida muito bem que eles fossem todos viver para o campo para não levarem com a poluição. Deixavam de ter carros porque como se sabe é um grande poluidor deste nosso mundo e passavam a andar de trotinete, é que a poluição também faz cancro. Mas com isso não se importam eles. Entre irem a pé ou irem de boleia num carro de um fumador, obviamente que pelas suas saúdes, porque isto de andar a pé pode ser muito perigoso, iriam todos enfiadihnhos com fumo até ao tutano. Vão então não fumadores comprar carros a GPL e deixem-nos nos arredores dos centro comerciais! Deixem de usar a electricidade porque os cabos foram feitos em Twain pelas mãos de crianças com menos de 8 anos de idade. Não vão ao jardim zoológico que isso é um atentado à natureza. Gostam de sair e não ficar com a roupa a cheirar a tabaco - o quê?! não me digam que no dia seguinte usam a mesma roupa?! Ficam com os olhinhos a arder?! E quando ficam horas postrados em frente ao computador já não?! Já agora NÃO ME FODAM!!


E é isto que me enerva!
Detesto o puritanismo

12 comentários:

Piston disse...

Também tu Miss? Snif...
Por essa ordem de ideias não te importavas de ter um poste de alta-tensão e uma estação nuclear ao pé da tua casa.

Tudo faz mal. É uma questão de reduzir os danos causados a quem não produz essa poluição.
Todos andamos em transportes que poluem. Há alternativas que diminuem os danos mas ainda não há maneira de os cortar pela raiz.

Quanto ao facto de as criancinhas fazerem cabos eléctricos, tenho a dizer que as crianças chinesas trabalham muito pior. As de Taiwan fazem produtos de qualidade.

framboesa disse...

eu só não gosto de estar a comer e levar com o fumo dos outros, o resto não me incomodava muito...

Pedro disse...

Não sou fumador, mas respeito os que fumam, e odeio o fundamentalismo,e fanatismo idiota, e como bons idiotas que somos, nós tugas, que adoramos ser policias uns dos outros, logo fomos aprovar uma m...a duma lei bem á pressa, que não vale um corno.Teve de ser, eu sei, CEE mandou e a carneirada segui, Tá-se!
Nisto sou fanático!LOL

Nuno T disse...

Miss... amississima... é o seguinte...
A minha opinião: a partir do momento em que um acto voluntário teu me incomode, estás a invadir o meu... vá, espaço!
É um vício? Sim. Eu também tenho vícios, mas não fazem mal aos outros, nem os incomodam. E que eu saiba, os meus pulmões nunca fizeram mal a um fumador. Já o contrário...

Electricidade, temos que ter. Carros, motas, etc... um bem necessário (e não um vício). A poluição está em todo o lado. Mas o engraçado é que os fumadores pegam todos por aí! Discriminação e tal!
Tu dizes Não Me Fodam... eu digo Poupem-me..

Ainda não vi nenhum dizer: "epa, se calhar até é bom eu ter que fumar cá fora, ou num espaço para o efeito. assim, não incomodo ninguém". Porquê?

E que tal deixarem de fumar?! Não? Ok, óptimo. Então vão fumar para onde não incomodem!
Simples. Ou não...

Para isso, a lei do ruído também era má. Não deves gostar que alguém toque bateria ou trompete ás 6 da manhã... e se for um vício?? Há tanto vício por aí...
:)

Bjs ***

Miss K. disse...

ahahah! o que eu me ri logo no início deste post! "ainda não escrevi sobre esta lei que apelido de fofinha, uma vez que não gosto de temas polémicos". ahahahahah! logo tu, Miss!! uma reivindicadora nata, tal como eu... :) no resto, estou tutti tutti de acordo. também fumo, e acho esta nova proibição mais uma lei "de ir ao cú". E para que conste, a dita só me faz fumar ainda mais, porque de cada vez que vou para algum sítio onde não posso puxar do cigarro, é ver-me a esfumaçar de minuto a minuto. Por isso... NÃO ME FODAM!!

PrimaNocte disse...

Queres uma novidade, queres?

Aqui em Moçambique também adpotaram a Lei Portuguesa... Estou desesperado... é uma perseguição...

Bacci

Cai de Costas disse...

Claro que no dia seguinte usam a mesma roupa: ou achas que esse pessoal polui os nossos rios e cursos de água com detergente e afins?

htsousa disse...

O dono do café já se queixou... desapareceram aqueles aumentos na conta, da malta que ficava a conversar, a fumar, e a consumir.
Percebo o ponto de vista, mas odeio o puritanismo. E a hipocrisia de continuar a ser legal, mas proibido por em quase todo o lado.

Agora, vou fumar e já volto!

wednesday disse...

Txii a miss tá irritada... :P

Como sabes não fumo e acho bem o facto de agora nos locais públicos ser proibído fumar. Acho é que a parte que toca aos fumadores é que tem sido muito mal tratada, primeiro pela lei e em segundo pelo julgamento que basicamente anda a ser feito. Mais uma vez o governo lava as mãos de decidir o que fazer, mas também corta as mãos aos empresários.

Quanto ao resto que defendes, já estás é a delirar melhere:P do campo já vim eu:D

E ando de transportes públicos se puder. Só não vou de bike que seria um acto suicida nesta cidade:P

Concordo com piston, fumadores ou não, há muito mais coisas com que nos devemos preocupar todos.

Anónimo disse...

Bem, tas mesmo a pedi-las, miss. é bom que nao digas onde moras. tenho um bilhete de avião para Chernobil, queres ir?

Inútil disse...

A chatice disto é o factor "beata no chão", já que na rua não há cinzeiros. É uma puta de lei. Alternativas, senhores!!!

Anónimo disse...

Já que na praia os fumadores civilizados arranjam sempre um lixinho para por a beata, na rua façam o mesmo. Ou a caixa dos óculos, o porta moedas, a bota de cano alto das senhoras, o copito do whisky, o maço de tabaco, ou mesmo o belo do cinzeiro do restaurante (pedir "com licença" para levar para a rua).