terça-feira, fevereiro 06, 2007

Para que te quero.

Gosto da ideia que lhe dou prazer, da ideia que ele gosta de mim muito mais do que eu dele. Da ideia que me apetece e que ele quer. Da ideia que me persegues todos os dias na lista telefónica à espera que uma mensagem chegue com o meu nome. Gosto da ideia que me esperas no balcão do café. Que esperas todos os dias pelo meu telefonema que nunca chega, como nunca meu. E quero mais. Muito mais. Porque gosto da ideia que lhe dou prazer, da ideia que ele gosta de mim muito mais do que eu dele.

4 comentários:

Red Delicious disse...

Essa é a tortura do prazer..."Não te quero para amar, quero-te para te ter".

mário disse...

este teu post assusta...

Ana disse...

É LINDO MIGA.....
PERFEITO NA TUA SITUAÇÃO

BEIJAAAAA

MiSs Detective disse...

nao é nada assustador!!! sao coisas da vida. e a vida às vezes é assusatdora